Tudo o que você precisa saber sobre a gestão inteligente de pessoas

A gestão inteligente de pessoas é extremamente necessária para a cultura organizacional das empresas no mundo atual dos negócios. 

Antes de explicar o termo gestão inteligente, é importante destacar que a sociedade contemporânea está inserida em um mundo com características marcantes: volatilidade (mudanças constantes e aceleradas), incertezas (cenário futuro é incerto), complexidade (tudo está conectado: empresas, pessoas, profissionais etc.) e ambiguidade (várias interpretações para um mesmo fato). 

Partindo desse pressuposto, as características acima não se referem somente ao mercado. Os clientes se comportam praticamente da mesma forma, o que torna difícil a previsão de gostos e tendências a longo prazo.

É aqui que entra a gestão inteligente de pessoas, já que as mudanças demandam uma postura inovadora do negócio, que seja capaz de compreender as transformações e consiga reagir de forma eficiente a elas.

Mas por onde começar a agir?

Alguns aspectos são fundamentais para que os gestores tenham subsídios que visem decisões ágeis e assertivas. Isso contribui para que a empresa mantenha a saúde financeira do negócio. 

Principais passos para uma gestão inteligente de pessoas

Abaixo, listamos algumas dicas que podem contribuir para a gestão inteligente de pessoas. São elas:

Automatize a gestão de processos

A tecnologia é, sem dúvida, uma das grandes aliadas da gestão inteligente de pessoas e de empresas. Por meio da automação dos processos, é possível substituir determinadas tarefas repetitivas e manuais, seja por meio de softwares de gestão, por plataformas e outras ferramentas digitais. 

Sendo assim, a automatização permite a gestão administrativa, contábil, de clientes, de estoque, reduzindo o tempo gasto com processos geralmente burocráticos, eliminando também o retrabalho. 

Um exemplo disso é o uso inteligente dos softwares de gestão. Eles permitem que a empresa tenha um histórico de procedimentos, com armazenamento seguro de dados, padronização de tarefas, otimização do tempo dos colaboradores e, consequentemente, aumento da produtividade. 

Além disso, muitas ferramentas tecnológicas auxiliam na transformação de dados em informações relevantes, possibilitando a interpretação (leitura) desses dados de forma produtiva para as tomadas de decisão. 

Invista no setor de recursos humanos

A otimização dos procedimentos administrativos de uma organização é premissa básica para a gestão inteligente de pessoas. Para que isso ocorra, é importante melhorar o gerenciamento dinâmico de documentos e, portanto, investir no setor de recursos humanos da companhia. 

A adoção da modalidade eletrônica de documentos trabalhistas, previdenciários e fiscais, por exemplo, é uma forma de armazenar dados e integrá-los, além de contribuir para a redução dos custos trabalhistas, minimizando o orçamento corporativo destinado à compra de impressoras, armários, papel, tonner etc.

A gestão de documentos pelo setor de RH confere maior segurança e integridade ao material que circula pela empresa, especialmente nos casos de documentos de natureza trabalhista, que devem ser armazenados por pelo menos 5 anos. 

Incentive as avaliações comportamentais

É essencial, para a gestão inteligente de pessoas, que a organização implante um mapeamento contínuo do desempenho de cada colaborador, levando-se em conta as atribuições de cada cargo e de cada setor. 

Também é importante conhecer interesses e expectativas apresentadas pelos funcionários com relação às atividades desempenhadas e ao futuro da companhia. O objetivo é contemplar a eficiência dos processos operacionais e aprimorar a performance dos colaboradores. 

As avaliações comportamentais acabam gerando uma abordagem mais humanizada dos empregados e candidatos a vagas de emprego, na tentativa de compreender o comportamento e a personalidade das pessoas no ambiente laboral. 

Essas informações podem ser relevantes na hora da tomada de decisão e facilitadoras na execução de um plano estratégico voltado aos mais diversos setores da companhia.  

De posse das avaliações comportamentais de seus colaboradores, bem como de um maior nível de detalhamento das habilidades interpessoais e características emocionais, a empresa tem como otimizar a performance do empregado ao executar suas atividades, o que gera produtividade e bons resultados. 

Crie um sistema de gerenciamento integrado

Nada é mais desastroso para uma organização do que setores que não se comunicam entre si. Há casos em que nem mesmo os colaboradores de diferentes setores se conhecem, desconhecendo também qual é a finalidade de cada área. 

Um sistema de gerenciamento integrado permite o aumento da produtividade, a troca simultânea de informações e demandas, a análise e o controle de todas as etapas do processo produtivo e a administração melhor do tempo, fatores estes que, somados,  reverberam na qualidade dos produtos e serviços.

A explicação é simples: se o setor comercial inclui uma venda no sistema, por exemplo, automaticamente o pedido chega ao setor de produção, que também vai gerar as atualizações no estoque ou solicitar uma nova compra de material. Dessa forma, toda a cadeia produtiva é informada sobre o andamento das vendas até a entrega do produto/serviço.

Como se percebe acima, a gestão inteligente de pessoas contribui para uma melhoria substancial do ambiente de trabalho, para a maior eficiência dos procedimentos e dos processos administrativos da organização.