fbpx

Já parou para pensar qual é o seu estilo de liderança?

Compartilhar postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Fizemos uma lista incrível com 10 perfis de liderança, as principais características e qualidades dos líderes no mundo corporativo. Saiba mais! 

Mais do que comandar equipes ou supervisionar projetos, um líder é responsável por desenvolver estratégias com foco no crescimento da empresa, além de ampliar as possibilidades de expansão dos setores, dos investimentos e dos produtos, promovendo o sucesso da organização.

Nos dias de hoje, momento em que o mercado de trabalho está cada vez mais concorrido e passando por transformações decorrentes da evolução tecnológica, o líder também é aquele profissional com um perfil empreendedor e sustentável, tornando-se cada vez mais próximo e necessário aos anseios da empresa. 

Para ampliar a discussão sobre o conceito de líder e a importância da liderança no ambiente corporativo, listamos abaixo 10 perfis deste tipo de profissional, as principais características e qualidades. Vamos a eles: 

Empreendedor

Dotado de visão inovadora, este líder tem verdadeira paixão pelo o que faz e enxerga oportunidades onde outras pessoas só veem problemas. Como seu maior objetivo é empreender, seu foco principal são as metas da empresa. Geralmente, o líder empreendedor dá espaço para a criação individual de seus colaboradores.

Democrático

É um bom ouvinte e, na maior parte das vezes, toma decisões coletivamente, ou seja, sua equipe é ouvida em suas opiniões e participa das decisões, propondo projetos e novas ideias. Estipula papéis para que haja organização e disciplina. Incentiva o engajamento e a motivação das equipes. 

Carismático

Como o próprio nome indica, é uma figura marcante. É positivo, otimista e tem uma postura entusiasta diante dos desafios profissionais. É humilde e se dedica bastante ao trabalho, agindo sempre com imparcialidade e ética. Devido ao seu carisma, é fácil angariar uma legião de fãs que comunguem de seus projetos e ideias. 

Meritocrático

Seu lema é a meritocracia, ou seja, somente será reconhecido ou premiado por merecimento. Por isso, ele precisa acompanhar com atenção a performance dos colaboradores, seja por meio de cumprimento de metas ou por indicadores. Para aqueles que se destacam, o reconhecimento; para os outros, sugestões de aperfeiçoamento e um monitoramento diferenciado. Esse líder favorece o desempenho individual e coletivo e é considerado uma pessoa justa.

Coercitivo

Exige muito dos colaboradores, sendo muito solicitado quando a empresa precisa tomar alguma medida considerada radical. Tem a ‘fama’ de ser sempre chamado nos casos de necessidade de corte de pessoal. Usa um tom mais alto de voz e é responsável por espalhar um clima de medo no ambiente corporativo. Quase nunca se comunica bem com as equipes e, caso permaneça no cargo por longos períodos, pode trazer prejuízos à empresa.  

Servidor

Servir significa estar disponível para ouvir, orientar e ajudar seus colaboradores. Esse líder tem real preocupação com a qualidade de vida de seus liderados e com as necessidades das equipes. Além de incentivar o aprendizado, o líder servidor compartilha conhecimento e estimula desafios. 

Liberal

Confia plenamente nas equipes e no seu poder de maturidade para a tomada de decisões. Não faz uma supervisão constante nas funções e no desempenho de seus colaboradores e adora descentralizar as atividades e dividir responsabilidades. Por ser liberal, investe na inovação e na criatividade, sempre aceitando tomar a frente dos negócios, desde que sejam boas ideias. 

Coach

É um líder estratégico, um “aconselhador”, um técnico. É eficaz na construção do espírito de equipe na empresa, além de ser capaz de estimular a moral e a confiança dos colaboradores. Geralmente cria um ambiente laboral em sintonia, por ser especialista em administrar conflitos e ter natureza agregadora. 

Workaholic

Diante da industrialização cada vez maior, acrescida do avanço tecnológico das últimas décadas, muitos profissionais se sentem na obrigação de respirar trabalho 24 horas do dia. Os workaholics fazem ‘de tudo’ para alcançar seus objetivos profissionais. Trabalham até mais tarde, às vezes com sua equipe, e quando algum problema surge, sempre tem a solução. Seu erro é sempre achar que as outras pessoas devem agir da mesma forma que ele e desconsiderar outros valores, como engajamento e motivação. 

Visionário

Ele enxerga o futuro ou o que ele imagina que será o futuro. É expert em criar planos e projetos que podem levar a empresa a um patamar de sucesso. Tem facilidade em descobrir talentos e geralmente os “pesca” para trabalhar com ele. Um de seus ‘defeitos’ é que às vezes investe excessivamente no futuro, deixando de lado atividades a curto prazo. Além disso, ele tem dificuldades em manter a equipe motivada, justamente porque muitos de seus projetos terão retorno a longo prazo. 

Paternal

Ele constrói relações de pai para filho e preza o relacionamento entre os colaboradores. A comunicação entre chefe e subordinados flui facilmente, gerando bons frutos, que vão reverberar na produtividade, no bom direcionamento dos projetos e nos resultados. É especialista em resolver conflitos, embora “doure a pílula” em determinadas circunstâncias, sempre em prol do bom relacionamento. 

Independentemente do perfil do líder, o gestor precisa conhecer a fundo os membros de sua equipe, especialmente nas situações que envolvem grandes projetos, mudanças e gerenciamento de crise. Nos casos em que o líder desconhece a maior parte de seus colaboradores, corre-se o risco de ser negligente e pouco participativo, o que pode prejudicar a credibilidade da empresa diante de seus clientes. 

Inscreva-se para a nossa newsletter

Receba o melhor conteúdo sobre gestão de pessoas

Assuntos relacionados