Manual do RH – 5 passos para fazer contratações assertivas

Manual do RH – 5 passos para fazer contratações assertivas

Compartilhar postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Atualmente, o RH tem representado um papel cada vez mais estratégico no apoio a gestão de empresas. Afinal, empresas são constituídas por pessoas, e a área de recursos humanos atua para extrair a melhor performance de cada uma delas.

Nesse artigo vamos apresentar 5 passos para que os profissionais de RH possam fazer contratações mais assertivas e melhorar a gestão destes indivíduos dentro das organizações. Venha conosco!

  • Papel do RH

O departamento de Recursos Humanos vai muito além de ser apenas o responsável por contratações e demissões. Sabe-se que essa área tem também, a função de direcionar todo o clima organizacional de uma empresa.

São essas, e várias outras, as atribuições do RH. Porém, hoje em dia, uma outra competência vem apresentando grande importância: a capacidade de identificar os potenciais de cada perfil (pessoa) e alinhá-los de acordo com a expectativa para cada função existente na empresa.

Esse tem se tornado o principal diferencial das grandes empresas na gestão de pessoas, pois contratações assertivas e perfis alinhados à função, refletem em toda a produtividade da organização.

Para que um processo de recrutamento, seleção e gestão seja eficaz, é necessário o conhecimento de metodologias, recursos e técnicas específicas, que auxiliam o recrutador a identificar objetivamente as características e potenciais, pessoais e profissionais de cada candidato, e com base nesse diagnóstico, direcioná-lo para uma possível contratação.

  • 5 Passos para fazer contratações assertivas

Agora que entendemos melhor o contexto em que o RH está inserido, vamos apresentar 5 passos que vão contribuir para que o profissional de RH faça contratações assertivas e também desenvolva uma boa gestão de RH, confira abaixo:

– Passo 1 – Planeje a Vaga

O primeiro passo para uma contratação assertiva é entender exatamente qual o escopo da vaga, quais competências são necessárias para o exercício de determinada função além de quais características comportamentais são desejáveis para o cargo.

Além disso é importante que o profissional responsável pelo processo de recrutamento esteja alinhado ao gestor responsável pela contratação, para que ambos estejam de acordo com o perfil a ser selecionado para a vaga.

Além disso questões como carga horária, salário, benefícios e plano de carreira devem também ser definidos no momento da abertura de uma nova vaga.

– Passo 2 – Captação de candidatos

Uma vez definido os critérios da vaga, é o momento de partir para a captação de currículos, e essa pode ser uma das etapas mais morosas do processo de recrutamento.

A dica é que o recrutador planeje de que forma essa vaga será divulgada visando alcançar o maior número de candidatos possível dentro do perfil desejado, ou seja, divulgar uma vaga em todos os canais disponíveis para captação de currículos não necessariamente trará os melhores currículos disponíveis no mercado.

Muitos canais de divulgação de vagas apresentam uma abordagem muito genérica, com isso o recrutador acaba recebendo muitos currículos que não estão dentro do perfil da vaga, para evitar perder tempo do profissional de RH e do próprio candidato, opte por plataformas de divulgação de vagas onde é possível estabelecer critérios para divulgação da sua vaga.

– Passo 3 – 1º etapa de seleção

Uma vez que já definimos o escopo da vaga e já captamos currículos, é a hora de selecionar dentre os currículos recebidos quais são compatíveis com os requisitos da vaga.

Esse passo pode ser otimizado através de uma captação de candidatos eficiente como falamos no tópico anterior.

– Passo 4 – 2º etapa de seleção

Após selecionar os currículos mais estratégicos para a vaga, chegou o momento de realizar o processo de seleção através de entrevistas, mapeamentos de perfis, testes, entre outras técnicas.

Nesse estágio, o recrutador que utiliza como apoio ferramentas de mapeamento de perfil, possui uma notável vantagem.

O uso de softwares dessa categoria permite ao recrutador ter uma visão real das características do perfil de comportamento, motivadores e atributos profissionais de cada candidato, que muitas vezes são camuflados por repostas tendenciosas que visam apenas “agradar” ao recrutador.

Além disso, um instrumento de mapeamento de perfil permitirá que o recrutador desenvolva um processo seletivo com maior agilidade, não dedicando tempo excessivo a análise de respostas, visto que o software irá apresentar um relatório completo com base no que cada candidato declarar em seus testes.

– Passo 5 – Acompanhe o novo colaborador e o gestor da vaga

Definido o candidato, após a contratação é essencial que o RH acompanhe esse novo colaborador de perto, para garantir que as expectativas de ambos estejam sendo alcançadas. Para isso, existem processos e pesquisas que contribuem no processo de integração e engajamento deste novo colaborador à equipe e à empresa.

Através desses 5 passos a gestão de RH de sua empresa ganhará uma estrutura com maior fluidez nos processos de recrutamento, seleção e gestão de pessoas.

Quer saber mais dicas sobre a área de RH? Acompanhe nosso site e fique por dentro de tudo!

Inscreva-se para a nossa newsletter

Receba o melhor conteúdo sobre gestão de pessoas

Assuntos relacionados

Open chat
X