fbpx

Profissional 5.0 – quem é esse novo perfil de RH?

Compartilhar postagem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Profissional 2.0, 3.0, 4.0 e agora o 5.0 ou também o profissional da era da informação. Mas você sabe o que significa esse novo perfil? O conceito de profissional 5.0 vem do termo sociedade 5.0, que se baseia no ser humano como o protagonista da nova era digital. 

Esse ser humano se beneficia das tecnologias decorrentes da Quarta Revolução Industrial (sociedade 4.0), mas também foca seu conhecimento no desenvolvimento de cidades inteligentes (smart cities), de ambientes colaborativos (especialmente nas grandes corporações) e na intensificação da tríade academia/indústria/governo (para gerar impactos sociais).

 

Mas como é esse profissional da era da informação?

Se observarmos, e não precisamos ir muito longe, o momento em que a sociedade se encontra, é possível perceber que tudo ou quase tudo tem algum tipo de tecnologia envolvida – seja no mundo pessoal ou profissional. 

Em muitos casos, as ferramentas tecnológicas dominam a maioria ou todos os processos, setores e funções das empresas – vide incubadoras, startups e fintechs. Em decorrência disso, é fundamental que os profissionais, principalmente na área de Recursos Humanos, estejam abertos às mudanças, na tentativa de satisfazer um consumidor cada vez mais exigente. 

Se antes o profissional era visto como apenas um recurso para alcançar um objetivo – o faturamento -, hoje o mercado prioriza os modelos de cooperação e bem-estar no ambiente de trabalho. Se antes os estilos de liderança se concentravam em punir erros, desencorajando os subordinados a apresentar propostas, atualmente os colaboradores recebem o suporte de gestores para que se tornem realizados em suas posições. 

Essa tendência envolve cinco transformações ou evoluções. São elas:

1) Em vez de gestão de pessoas, gestão de relacionamentos. O profissional de RH 5.0 prioriza o bem-estar dos colaboradores, com ênfase ao fator humano. Os recursos humanos serão transformados em relações humanas.

2) Mudar a mentalidade, transformando custo em valor. É muito mais importante focar no investimento nos colaboradores do que no custo em si. São os colaboradores os responsáveis pela inovação nas empresas. 

3) Usar indicadores de negócios que transformam o processo digital em alto tangível, ou seja, estimular o uso da inteligência artificial nas empresas e medir o impacto positivo desta medida.

4) Gerar um ambiente agradável nas relações de trabalho. Incentivar o bem-estar dos colaboradores por meio de ações como a criação de uma cultura organizacional que leve em consideração a qualidade de vida dos funcionários, reconhecendo-os como seres humanos pensantes.

5) Investir, também, na experiência do colaborador e não somente na experiência do cliente. Criando uma linha de pensamento com foco na promoção da marca, da missão e dos valores da empresa, é possível mudar a mentalidade dos colaboradores, inserindo-os na linha de frente das decisões. 

Benefícios de um novo perfil de RH

Entre as vantagens de se investir em um RH 5.0, que pense no bem-estar dos colaboradores, estão:

 

Retenção de funcionários

Se os colaboradores não se sentem valorizados, provavelmente não permanecerão por muito tempo na empresa. Entre os motivos mais comuns de pedidos de demissão apontados pelos funcionários está a má gestão. 

Os profissionais RH 5.0 têm a função de conectar setores para criar uma cultura de respeito, compreensão e reconhecimento das equipes.



Comunicação aberta

A comunicação eficaz frequente e estruturada tem impactos diretos na produtividade dos colaboradores, nas metas de desempenho, no bem-estar, nos feedbacks, na resolução de problemas e nos resultados.



Envolvimento dos funcionários

Quando os funcionários se sentem valorizados e ouvidos, eles começam a perceber qual é a função de cada um deles na construção de uma mentalidade pró-ativa, ou seja, enxergam que desempenham um papel fundamental nos fluxos de trabalho e, consequentemente, no crescimento da empresa.

 

Clientes mais felizes

Essa fórmula é matemática. Se os colaboradores estão felizes, nada mais natural que os clientes fiquem felizes também. Clientes satisfeitos permitem a construção de relacionamentos (fidelização), impactando diretamente nos negócios.



Maior produtividade

Com um RH 5.0, é possível compreender os motivadores individuais dos colaboradores, tornando-os, assim, mais produtivos e comprometidos com o trabalho. Ações como acordos flexíveis de trabalho, maior suporte emocional, maior tempo em saúde, entre outras medidas, podem contribuir para o aumento da produtividade.

Como se vê, em tempos de pandemia, crescem as formas híbridas de trabalho e, com isso, novas formas de pensar a gestão de pessoas, com foco no bem-estar dos funcionários e um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Inscreva-se para a nossa newsletter

Receba o melhor conteúdo sobre gestão de pessoas

Assuntos relacionados